Ar condicionado ou climatização adiabática para indústria?

Embora a climatização evaporativa seja considerada o processo de resfriamento mais antigo da humanidade – uma vez que é o princípio utilizado pelo nosso organismo para resfriar o corpo –, há quem ainda considere o ar condicionado como uma opção a considerar para as suas instalações industriais.

Entretanto, a preferência por um ou pelo outro tem gerado acaloradas discussões que nunca se refrescam nos argumentos: afinal de contas, é melhor o ar condicionado ou a climatização adiabática para indústria?

No post de hoje, vamos lhe ajudar a responder essa pergunta com argumentos sobre ambas as possibilidades, para que você veja as vantagens de cada uma dentro das necessidades da sua indústria. Confira!

 

O que é a ventilação adiabática?

Esse tipo de tecnologia é bastante indicado quando os ambientes de trabalho da indústria exigem bastante ar limpo, além de um nível elevado de umidade. Qualidades consideradas fundamentais, por exemplo, em:

  • Estufas;
  • Casas de força;
  • Granjas de aves e suínos;
  • Escritórios;
  • Padarias;
  • Fábricas têxteis;
  • Instalações fabris em geral.

A versatilidade da climatização adiabática, inclusive, é também benéfica para o corpo humano, já que ela funciona com um simples processo de resfriamento do ar a partir de um sistema que cede calor para que a água conservada no produto evapore, gerando, assim, um ar fresco e hidratado.

Trata-se, portanto, de uma opção segura, prática e de fácil instalação e manutenção, ainda que alguns cuidados devam ser levados em conta, como a limpeza do reservatório, para que não acumule sujeira e prejudique a qualidade do ar inspirado, por exemplo.

Ou seja: não é porque estamos falando de um sistema de resfriamento simplificado que os cuidados devem ser igualmente simples. A periodicidade na limpeza dos dutos e reservatórios da climatização adiabática é fundamental para manter os ambientes industriais salubres e a qualidade de vida dos colaboradores.

Isso sem falar, também, na qualidade do ar fresco gerado pela climatização adiabática. Afinal de contas, independentemente do lugar onde será instalado esse sistema de resfriamento, o ambiente não pode ficar muito úmido e, tampouco, seco demais – com exceção aos casos especiais em que a manipulação climática seja exigida.

Nos demais casos, um controle de umidade ajuda a resolver a situação, garantindo mais possibilidade de ajustes sobre todo o processo de climatização das áreas e, conferindo, assim, mais segurança e conforto no ambiente de trabalho.

 

A climatização adiabática e o ar condicionado

A primeira opção é mais simplificada e natural, enquanto a segunda alternativa é menos orgânica, mas com alta eficiência – e igual poder no consumo de energia elétrica.

Mas essas não são as únicas diferenças entre ambos os processos de resfriamento.

É preciso levar em consideração, por exemplo, se o campo necessário para a climatização evaporativa será devidamente suprido por uma dessas opções, sem mencionar o fato de que, dependendo do ambiente, o consumo de energia (no caso do ar condicionado) simplesmente não é vantajoso o suficiente.

Dessa maneira, é necessário calcular se o equipamento será dimensionado da maneira correta e, também, se ele será capaz de atender, com eficiência, toda a área necessária.

Vale ressaltar, ainda, que uma opção não se trata, necessariamente, de uma substituta para a outra. A climatização adiabática, diferentemente de outro tipo de solução de resfriamento evaporativo, como o ar condicionado, pode ser considerada mais direcionada à sensação térmica, e menos ao controle mínimo de temperatura.

Assim, é necessário pesar, também, o quanto as áreas da sua indústria necessitam desse conforto térmico para os colaboradores e o bom funcionamento dos equipamentos, e na exigência de manter a temperatura resfriada sob controle.

 

Qual sistema escolher?

Passamos por cima dos principais usos da climatização adiabática e das características principais que levam o consumidor a optar por um aparelho de ar condicionado.

Entretanto, a real necessidade é verificada no dia a dia da sua indústria. Se você necessita mais de um ambiente resfriado, e que haja a circulação efetiva do ar, a climatização adiabática é uma das melhores opções do mercado industrial.

Entretanto, para resfriar de maneira mais controlada, visando até mesmo mais conforto em áreas internas e espaços fechados, o ar condicionado pode ser o mais indicado. Lembrando que o uso de um não exclui ou substitui a possibilidade de instalar o outro.

Por falar nisso, qual é o sistema de resfriamento que você mais utiliza em sua indústria? Escreva no campo de comentários e até a próxima!

Related posts

Sem comentários

Deixe seu comentário

Equipamentos de Ventilação Industrial